Twitter

CUT AL > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > TRABALHADORES/AS DO TRANSPORTE URBANO DE MACEIÓ SÃO ATACADOS COM RETIRADAS DE DIREITOS E DESCASO DO PODER PÚBLICO

Trabalhadores/as do Transporte Urbano de Maceió são atacados com retiradas de direitos e descaso do poder público

26/03/2021

Câmara Municipal de Maceió aprovou a extinção da função de cobradores/as de ônibus na cidade de Maceió

Escrito por: CUT Alagoas

No início deste ano (2021) as empresas de ônibus de Maceió (AL) sinalizaram a retirada de direitos já garantidos para toda categoria de rodoviários da cidade, tais como ticket alimentação, plano de saúde e outros. O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado de Alagoas (SINTTRO) solicitou um diálogo com o prefeito da capital, João Henrique Caldas (PSB-AL), mas infelizmente não foram atendidos. A prefeitura de Maceió se responsabilizou em averiguar a situação e dar um parecer sobre o caso até hoje (26). Está marcado para segunda (29) uma audiência de resolução das demandas.


Sem ainda ter resolvido essas questões em pauta, nesta semana, outro ataque foi direcionado a centenas de trabalhadores/as dos transporte urbano de Maceió. O debate acerca da retirada de cobradores/as dos ônibus voltou à ordem do dia.


Na sessão da Câmara Municipal desta quarta (24), vereadores/as discutiram a derrubada do veto do Prefeito JHC relacionada ao Projeto de Lei 7.480/20 que acaba com o função dos/as cobradores/as de ônibus na cidade de Maceió. O projeto é de autoria do presidente da Câmara, o vereador Galba Novaes Neto (MDB-AL) e visa o acúmulo da função de cobrador/a aos motoristas dos transportes coletivos da capital. O vereador Siderlane (PSB-AL) comandou a derrubada do veto do prefeito na Câmara Municipal.


Neste momento tão difícil da realidade brasileira, sobretudo alagoana, com o descontrole no avanço do COVID-19, com aumento do desemprego e da pobreza geradas por Jair Bolsonaro e seus ministros à frente do governo federal, o poder público de Maceió se posiciona da mesma forma, favorecendo os empresários e deixando a vida dos trabalhadores e trabalhadoras da capital alagoana cada vez mais precária.


“Vamos reivindicar que os vereadores voltem atrás e mantenha o veto do prefeito e deixe os cobradores em suas funções. A função de um cobrador não é apenas cobrar a passagem, mas orientar os passageiros e ajudar o motorista em um trânsito tão caótico da nossa capital’ afirma o presidente do SINTTRO, Sandro Regis.


A Central Única dos Trabalhadores (CUT-AL) reafirma sua responsabilidade com a classe trabalhadora do estado. E nesse sentido, ao lado da entidade da categoria, irá cobrar do poder público responsabilidade e respeito com esses trabalhadores e trabalhadoras que, mesmo durante a caótica situação que Alagoas se encontra, não largaram seus postos de trabalho em nenhum momento, e garantem o funcionamento das atividades de Maceió.

 

Imagem: CUT AL

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE ALAGOAS
Rua General Hermes, 380 | Cambona | CEP 57017-200| Maceió | AL
Fone: (55 82) 3221.6794 - (55 82) 3336.8786| www.cut-al.org.br | e-mail: cutalagoas@gmail.com